sexta-feira, junho 16, 2006

Tão poderosos como o vento que os eleva

"As armas e os barões assinalados,
Que, da occidental praia lusitana,
Por mares nunca d'antes navegados,
Passaram inda além da Taprobana;
E, em perigos e guerras esforçados
Mais do que promettia a força humana,
Entre gente remota edificaram
Novo reino, que tanto sublimaram;"

in Os Lusiadas, Canto I, I, Luís de Camões

"Tão brandamente os ventos os levavam,
Como quem o céu tinha por amigo;
Sereno o ar e os tempos se mostravam
Sem nuvens, sem receio de perigo.
O promontorio Prasso já passavam,
Na costa da Ethiopia, nome antigo,
Quando o mar, descobrindo, lhe mostrava
Novas ilhas, que em torno cerca e lava."

in Os Lusiadas, Canto I, XLIII, Luís de Camões


Os projectos de futuras armas, futuros chefes de amanhã, os primeiros Tornados, saem da ocidental praia lusitana. Passados os perigos e guerras que se viveram na AFA em tempos que foram por vezes bastante tempestuosos, estes rumam outros ares, com promessa de cumprir além do dever, no novo reino que de entre remotas possibilidades surgiu.

São agora brandos os ventos que os elevam para, e em, terras desconhecidas. Como quem tem agora o céu por amigo, passados quatro anos de estudo, dedicação, suor, stress e quiçá uma ou outra lágrima. Novas ilhas se descobrem perante os olhos de tão nobres seres, cujas aspirações não são mais que poder orgulhosamente carregar no seu peito a brilhante e glamorosa asa de Piloto Aviador da Força Aérea Portuguesa.

Dia 07 de Junho de 2006 foi o primeiro marco, Jorge “Picareta” Lobo e Gonçalo “Biso” Mourato partiram para tirocinar do outro lado do oceano, em terras americanas. É agora tempo de fazer a contagem decrescente até dia 05 de Julho, data em que Ricardo “Ganso” Santos e João “Shwarz” Gonçalves irão seguir o mesmo bater de asas e rumar ao Texas.

Em relação aos outros 20, a espera mantém-se, com alguma esperança e desespero. Pois não há pior que não conhecer o nosso destino. Talvez este mês haja boas notícias, mesmo que não sejam as que mais aspiramos, só que nos esclareçam já é algo.


Um abraço,
DMBento


P.S.: Transcrições Segundo os textos das edições de 1572, de 1834 (de Hamburgo) e a de Leipzig (de 1880) revista pelo erudito sócio da Academia das Sciencias de Lisboa, o Sr. José Gomes Monteiro.

1 Comments:

Anonymous Jo aka me_108 said...

Hello ppl! S´para desejar a maior sorte do mundo pro pessoal que já vou para terras do tio Sam... Para os que ainda ka estão só espera que a espera seja muto bem recompensada. Bjs

PS: Actualizem o blog qnd souberam para onde vao...

05 julho, 2006 21:04  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Embedded Windows Media Player 6.4 Control